The Big Picture, por Martin Rees

Pessoas tem suas características peculiares. A minha é a capacidade (se não a necessidade) de olhar para tudo de uma perspectiva de imensidão. Quando penso o espaço, penso ele do tamanho dos átomos ao tamanho das bolhas das quais se supõe ser composto o multiverso. Quando penso minha vida, insiro-a num grande gráfico N dimensional com a vida de todos os homens que já viveram, e comparo-a. Quando penso no tempo, penso nos últimos e nos próximos bilhões de anos, o que aconteceu e o que pode acontecer.

Sendo um ser finito e efêmero (até que se prove o contrário) sou um estrangeiro no mundo em que vivo. E é isso que tenho em comum com o senhor Martin Rees, que falará por mim de agora em diante. E mostrará, mesmo em avançada idade, como funciona meu encantamento com o mundo.

http://www.ted.com/index.php/talks/view/id/42

Uma opinião sobre “The Big Picture, por Martin Rees”

  1. Legal o discurso… Oxford parece ser um lugar com bastante “movimento” intelectual interessante.

    Concordo em grande parte com o Rees, e já tive um pensamento semelhante ao que ele disse, pouco tempo atrás, que este momento da história é um ponto crucial no qual pode haver um salto de desenvolvimento incomparável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s